Translate

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Passeio de brasileiro no irã


Interior de mesquita no Irã
O turismo para o Irã vem crescendo a cada ano, e este crescimento se explica devido aos avanços nos investimentos por parte das autoridades daquele país no setor turístico que corresponde um valor significativo do PIB.
A viagem ao Irã começa com a obtenção do visto na Embaixada em Brasília ou na chegada, é sempre bom lembrar que o correto é sair do Brasil com o visto pronto. 
De qualquer forma, quem escolher tirar o visto na chegada esta opção é autorizado para algumas nacionalidades inclusive a brasileira sendo visto de turismo, outro visto como o de negócio é vedado tirar na chegada, sendo obrigatoriamente ser solicitado na embaixada em Brasília.
A viagem ao Irã sempre é uma experiencia encantadora, as pessoas são muito receptivas e o turista vai se sentir em casa junto dos iranianos, que são pessoas curiosas e tendem a perguntar muitas coisas sobre o ocidente. É comum também os cidadãos iranianos convidarem o turista para ir até suas casas para tomar um chá, bebida típica do Irã.
Mas o nosso post está muito interessante, pois temos a contribuição de um turista brasileiro, que está visitando o Irã neste mês de setembro e ele divide a paixão em duas nações amigas desde o império, pois o Brasil e Irã são nações amigas desde muitos anos atrás.
O nosso amigo Carlos e sua família está fazendo uma viagem ao país persa e nos enviou algumas incríveis imagens. Desde já, os nossos agradecimentos pela contribuição. 
Depois faremos um post com algumas dicas do nosso amigo. Por enquanto vamos mostrar as imagens. 
Carlos e sua esposa dentro de uma mesquita no Irã
Filho do Carlos na beira do Mar Cáspio mostrando a bandeira do Brasil

Carlos molhando os pés nas águas do Mar Cáspio
Carlos e sua esposa na beira do Mar Cáspio

Mais uma foto do interior de mesquita
Detalhes de interior da mesquita em Teerã
A sensação de paz é incrivelmente passada nesta foto.
Os efeitos luminosos dos vidros são indescritíveis 
Para aproveitar o passeio é justo comer uma
pizza nas terras persas.
Enquanto a pizza não chega, pose para fotos.
O bom das viagens são as alegrias transmitidas em cada foto
Parede enfeitada com vidros 






O Irã possui muitas histórias e o nosso amigo Carlos sabe muito bem que uma vez descoberto os encantos desta nação, fica impossível não voltar mais vezes. Prova disso é o fato de está visitando o Irã pela segunda vez. 
Abaixo fotos de Persépolis uma cidade com história de 2.500 anos atrás.






Se por uma lado a distância entre o Brasil e Irã seja muito grande, por outro tem pessoas que não medem esforços para visitar seus amigos e parentes que moram lá. E o bom da vida é isso, realizar o sonho de conhecer outros lugares, outros continentes outros países. Só temos a agradecer ao nosso amigo Carlos pelas fotos, pela autorização de usar as imagens e lhe desejar uma boa estadia no Irã, bons passeios e uma ótima viagem de volta ao nação verde amarela. 
Então fica as dicas para ir ao Irã
- Tire o visto na Embaixada em Brasília
- Planeje a viagem 
- Tenha em mãos o tempo todo o visto quando estiver no Irã
- Se tiver algum problema no Irã entre em contato com a Embaixada brasileira em Teerã.
Como o nosso blog tem a finalidade de facilitar a vida do turista com dicas de viagem ao país persa, abaixo está um link de um site com dicas valiosas.

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Grupo iraniano Navaye Mehr Band faz duas apresentações no DF

Grupo de Música Iraniana

O grupo de música tradicional iraniana Navaye Maehr Band volta a Brasília em agosto para duas apresentações. Promovidos pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) em parceria com a Embaixada da República Islâmica do Irã, os shows serão gratuitos.

No dia 10 de agosto, o grupo se apresenta no Complexo Cultural Três Poderes, localizado na Praça dos Três Poderes, a partir das 17h. Já na terça-feira, 13 de agosto, é a vez do Complexo Cultural de Samambaia receber a atração internacional, às 20h. 
O grupo, formado por duas mulheres (Melina Faraji, Elahe Hosseinpour) e três homens (Mahdi Ayoughi, Amin Rahimi, : Hasan Mehdi Etebari), que já esteve em Brasília em duas ocasiões, volta ao Distrito Federal com nova formação e com promessa de repertório inédito. A Navaye Mehr Band já rodou o mundo apresentando a música tradicional do Irã, cujas raízes remontam ao Império Persa.

Uma das características marcantes da banda é uso de instrumentos característicos do país, como o santur persa, espécie de instrumento de corda com grande caixa de ressonância. Eles também são conhecidos pela troca sucessiva de instrumentos durante a apresentação para permitir que o público possa apreciar o maior leque possível de sons.

A escolha dos locais das apresentações levou em conta a proposta da Secretaria de Cultura e Economia Criativa em promover a difusão cultural, levando projetos e ações para todas as Regiões Administrativas do DF, bem como valorizar os espaços culturais sob gerência da pasta. Esta iniciativa é a primeira de uma série de parcerias com as embaixadas a fim de para promover a circulação de eventos internacionais por toda a capital.

SERVIÇO

Navaye Mehr Band

Sábado, 10 de agosto de 2019, 17h, na Praça dos Três Poderes

Terça-feira, 13 de agosto de 2019, 20h, no Complexo Cultural de Samambaia (Quadra 301, Conjunto 05 Lote 01, 72305-970 Samambaia – DF. Próximo à Agência dos Correios e a Agência do Trabalhador)

Entrada gratuita

Classificação livre

Informações: 2017-4037
Apoio Cultural: Embaixada do Irã

segunda-feira, 15 de julho de 2019

FAZER TURISMO NO IRÃ É SEGURO?

Turismo tem tudo a ver com férias, são nestes dias de descanço do trabalho que temos a oportunidade de fazer aquela viagem dos sonhos.
Mas se existe algo que nos preocupa é planejar as férias para um lugar que muitas vezes achamos que não é seguro.





 Ultimamente está na mídia notícias sobre o Irã, estas a princípio nos mostra um país inseguro e não propício ao turismo.
Mas até o momento, não se tem falado nada sobre a insegurança ao turismo. 
Por enquanto, existem vools normais saindo das principais cidades europeias em direção ao Irã.
Existem certos embargos econômicos sobre certos produtos e serviços, e um deles é o envio de documentos através da empresa DHL, uma das melhores em se falando de correio internacionais. 
Normalmente os documentos enviados por esta empresa chegam ao destino, em 48 horas após o envio. Coisa que os correios brasileiros demoram 3 meses para fazer a entrega dos documentos. 
Segundo informações, a rapidez na entrega dos documentos pela DHL, se dá, devido a acordos entre os países nas suas alfândegas as quais agilizam as encomendas. 
Em resumo, as viagens ao Irã, continuam normais sem problemas, os brasileiros enteressados em viajar a este país, pode fazer sem medo algum, basta tirar o visto em Brasília ou na chegada, entrando no site da embaixada para ver a lista de documentos.


sexta-feira, 7 de junho de 2019

É confiável enviar o passaporte pelos correios?

Correios Empresa Brasileira de envio de encomendas

Uma das dúvidas clássicas para quem tem que tirar o visto em consulados fora do seu estado é sobre a segurança de enviar o passaporte pelos correios.
 No Brasil, somente os correios estão autorizados a fazer o envio deste documento. 
Se é confiável fica a pergunta no ar, mas segundo as normas técnicas e seus incisos, com certeza é super confiável mandar o passaporte por esta empresa.
Para quem quer arriscar, existem outras empresa que fazem o transporte deste documento como: DHL, FEdex, as empresas aéreas etc, uma observação importante aqui é que, se estas empresas souberem ou desconfiarem que seja um passaporte eles cancelam o envio da encomenda, então tem que dá aquele jeitinho brasileiro e tentar a sorte, não estamos falando aqui para fazer isso, mas existem casos que infelizmente nos força a fazer este tipo de acertos.
Correios empresa autorizada a enviar passaportes
Falando em transporte, existe também uma empresa ótima quando o assunto é transporte de cargas e encomendas que são super confiáveis chamada Pontual Cargas. Se você precisar de um serviço neste aspecto entre em contato com eles e veja a diferença.  
Então fica aqui a dica, se precisar enviar o passaporte, procure os correios. 
Normalmente o serviço dos correios de envio de documentos chamado Sedex-10, funciona muito bem, existe o Sedex-12 e o Sedex Normal, em ambos os casos, a pontualidade é incrível, mas existem com certeza certos atrasos, porque nem tudo é perfeito.
Em resumo do post, os correios é super confiável para enviar o passaporte.

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Quais as perguntas que os consulado fazem?

Questionamentos feitos nos consulados antes da emissão do visto
Quem pretende viajar ou já realizou o sonho de conhecer outros países, outros continentes, sabe exatamente do que estamos falando.
A palavra mágica aqui é CONSULADO, esse lugar que nos tira o sono, nos dá calafrios e deixa no ser humano aquela dúvida terrível...Será se vai ser aprovado?
Para tentar amenizar este drama, vamos explicar o que é um consulado, e para que serve este espaço tão, mas tão cheio de mistérios.
Consulado onde se tira o visto

Em primeiro lugar, todo país tem uma embaixada em outra nação a qual são parceiros diplomáticos, comerciais e de interesses bilaterais, onde um aprende com o outro e ambos se ajudam mutuamente. A embaixada é o espaço físico representando os direitos de determinado país em outra parte do mundo.
E o consulado, normalmente é um setor dentro de uma embaixada, mas pode ser um escritório em uma determinada cidade onde realiza certos trabalhos para os cidadãos de determinado país e também emiti o visto. 
Parece meio confuso, mas as relações exteriores é assim mesmo, meio confuso, mas com o tempo se entende esta linguagem, decifrável.
Como aqui o assunto é consulado, vamos entender seu trabalho. O consulado vai realizar certos trâmites para facilitar a vida do cidadão ou do viajante.
Para ir ao algum país a primeira coisa a ser feita é solicitar informações de visto no consulado do país desejado, neste lugar eles com certeza darão os passos corretos para se conseguir o visto.
Normalmente, o visto para ser emitido deve ser especificado o objetivo deste, pois existe muitos tipos de vistos, mas o comum é visto de Turista, sendo assim, tendo esta informação em mente facilita as coisas.
Com todas as informações em mãos, basta levar estas ao consulado desejado que o visto vai ser emitido ou não, normalmente de 10 a 20 dias estes consulados emitem o visto ou negam. 
Existem consulado que a resposta é imediata, em outros casos o processo vai para analise e depois se tem o veredito. 
Quais as perguntas feitas no consulado?
Normalmente, todas as perguntas são feitas como foram preenchidas no formulário ou em outro documento.
Os questionamento feito pelos consulados, são para provar a verdadeira intenção do cidadão, exemplo se a pessoa fala que vai a turismo, esta tem que responder todas as questões referente a turismo. 
Uma pessoa com a intenção de fazer turismo em algum país vai pedir um visto de 30 a 90 dias, e esta informação deve constar no fomulário, se o agente consular perguntar quantos dias vai ficar no país e for respondido 6 meses, alguma coisa está errado, pois normalmente não se pede visto de turismo por seis meses. 
Então a dica aqui é.....fale o que foi colocado no formulário, visto de turismo é visto de turismo.
As outras perguntas vai ser:
1- O que voce vai fazer no país?
2- Quanto tempo vai ficar?
3- Quanto dinheiro voce tem para permanecer aqui?
4- Tem reserva de hotel? Qual hotel? 
Entre outras perguntas que foram respondidas no formulário, então não precisa ficar com medo, pois antes as perguntas já foram respondidas.
Basta confirmar o que foi dito antes, e só, nada de inventar, quem inventa, enfeita, complica.

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Quais documentos são necessários para tirar o visto do Irã na chegada?

O visto na chegada é mais uma alternativa que o Irã proporcionou aos turistas de algumas nações, mas existem algumas que não foram contempladas com este serviço, veja abaixo a lista. 
O passaporte brasileiro tem como tirar o visto na chegada, sendo que o objetivo da viagem seja turismo, se for outro visto, como o de negócios deve-se tirar no consulado.
Arte persa do Irã
A quantidade de dias que o visto de turismo contempla é de 30 dias, paga-se um valor de € 80 (Euros) na chegada, sendo que se o turista não tiver seguro viagem, deve-se pagar uma taxa de 18 euros para este serviço.
Balcão de pagamento de taxas no aeroporto de Teerã-Irã
Tirar o visto na chegada é de início muito fácil, mas sempre é bom lembrar que, a preferência é ir com o visto aprovado no consulado para facilitar a entrada.
Esse processo de visto na chegada é simples levando menos de 20 minutos do começo ao fim. Não se sabe com certeza de quantos viajantes individuais entram no Irã para fins de lazer, mas as autoridades de imigração sempre são cordiais e educados. A certeza de que o governo iraniano tem apoiado os turistas que chegam ao país.
Em caso de dúvida, você deve sempre consultar o site da Embaixada do Irã em Brasilia-DF, que contém todas as informações atualizadas sobre os documentos necessários para o visto.
Viu algum informação incorreta neste post? Se positivo entre em contato que faremos a correção necessária.
Todas as imagens do post foram obtidas na internet, se fores o dono de alguma destas imagens entre em contato que deletamos ou colocaremos o nome do criador. 

terça-feira, 14 de maio de 2019

Quanto tempo antes da viagem devo pedir o visto para o Irã?


Visto para o Ira 2019
Quando o assunto é visto, surge uma série de perguntas difíceis de serem respondidas, e tudo fica mais complicado ainda a medida em que o país de escolha para visitar é pouco conhecido ou cheio de normas e burocracias para a concessão do visto.
Existem muitos países que de tanto ser exigente afugenta de vez o turista, que muitas vezes sonha em vistar tal local, mas devido aos muitos empecilhos, terminam deixando de lado e adiando o sonho.
O Irã, talvez em anos atrás, poderia está incluso em uma destas listas de países complicados na hora de solicitar o visto, mas segundo relatos, o país persa tem facilitado muito as emissões dos vistos, sendo que uma das atuais atualizações são as opções de tirar o visto em seu consulado em Brasília, ou então emitir o visto na chegada ao país em seus principais aeroportos.
Visto para o Irã 2019
Os vistos normalmente são emitidos e colados ao passaporte, quem viaja muito, sabe muito bem do que estamos falando, mas atualmente, o visto iraniano não é mais feito desta forma, quem tiver o visto aprovado, terá este impresso em uma folha normal tamanho 4A, sendo que este papel terá de ser levado pelo turista em todo território iraniano para mostrar as autoridades se caso for procurado.
Pedir o visto com tempo hábil é uma dica muito importante para a viagem. Isso porque cada consulado tem suas regras e tempo na emissão do visto, em caso de urgência existe a possibilidade de se pagar uma taxa extra para agilizar o visto, mas nem todo consulado tem esta opção, sem falar que o valor ficará mais alto com a nova barganha, pois normalmente o valor dos vistos de urgência são cinquenta por cento do valor principal.
Para o visto do Irã, o tempo adequado para dar início ao processo de solicitação do visto é de 30 dias antes da viagem, porque o tempo para a emissão do visto é de 07 a 10 dias segundo informações do consulado.
Deve-se saber também que a validade do visto iraniano é de 90 dias.