Translate

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

O QUE OS BRASILEIROS VÃO FAZER NO IRÃ?

CENTRO DE TEERÃ - A CAPITAL DO IRÃ
O Irã a cada dia chama mais a atenção dos brasileiros, uma das causas dessa novidade é o fato das mudanças recentes na obtenção do visto.
O novo presidente tem trabalhado bastante para que o país persa abra as portas aos turistas de todo o mundo inclusive dando atenção especial a nação verde amarela.
Mas a questão aqui é a seguinte, O QUE OS BRASILEIROS VÃO FAZER NO IRÃ?
A resposta está na ponta da língua de qualquer turista brasileiro, conhecer de perto as riquezas milenares do Império persa que conta com vasta gama de pontos turísticos. 
Montanhas perto de Teerã
Na verdade, não só os brasileiros vão visitar o Irã, os Chineses formam o maior número de visitantes ano após ano, esta invasão chinesa se dar devido aos grandes investimentos bilaterais entre as duas nações.
Isfahan uma cidade linda do Irã
Mas para os brasileiros, o que mais impulsona ir ao Irã, realmente é conhecer o país de perto e ver que muitas informações que se tem na internet sobre o Irã são muitas vezes incorretas.
Praticamente, todos estes turistas fazem uma segunda ou terceira visita ao Irã, estes também são os responsáveis por indicar mais pessoas a conhecerem as terras persas. 
Não se tem número exato da quantidade de turistas brasileiros que visitam o Irã anualmente, mas com certeza já está tomando proporções muito grande, a ponto de se ter muitas empresas ligadas ao turismo dedicadas exclusivamente com roteiros em muitas cidades do Irã, sendo que as principais mais procuradas são a capital Teerã e Esfaran entre outras, na verdade a viagem ao Irã tem um leque muito grande de escolha, se for a turismo os pontos para passeios são muito grande. 
Existe a viagem a negócios que restringe somente ao trabalho antes programado.
Mas é assim, o Irã impressiona de qualquer forma, desde o turismo aos negócios.
Normalmente as agencias de turismo contam com tradutores que falam Inglês ou Espanhol, por enquanto não se tem notícias de pessoas que falam o Português que prestam serviços voltado ao setor turístico. Por mais que as relações entre Brasil e Irã vem de muitos anos atrás, mesmo assim os idiomas são um entrave nos negócios.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O que fazer em caso de acidente durante a viagem?

Viajar para o exterior é um sonho de muita gente. Mas durante a viajem muita coisa pode acontecer que não estavam nos planos.
Uma delas é um acidente, coisa triste que nem pensamos que pode acontecer, mas e se acontecer? O que deve ser feito?
Normalmente antes da viagem é aconselhado contratar um seguro de viagem, isso facilitará e muito a vida em uma situação complicada.
Mas para o Irã atualmente não se pede o seguro viagem para a emissão do visto, tempos atras era um requisito fundamental. 
Mas mesmo não se exigindo o seguro viagem é muito importante contar com este apoio em terras distante.
Mas a dica aqui vai para os turistas que viajam para o Irã, se porventura ocorrer um acidente a primeira coisa a fazer é entrar em contato com o Consulado Brasileiro, este automaticamente vai tomar as devidas providencias afim de apoiar o turista no que for necessário, é verdade que o consulado Brasileiro no Irã tem certos obstáculos na comunicação, teve mensagens que demoram dias para serem respondidas aos nossos questionários.
De qualquer forma o primeiro passo a ser seguido é realmente procurar o consulado do país em que se encontra o turista, o consulado tem todos os meios para tratar desses assuntos, no caso do brasileiro estando no Irã os endereços e telefone do consulado está abaixo.
Embaixada do Brasil - Rua Yekta, n. 2 (esquina com a Rua Bahar), Zafaranieh - Teerã - Irã
Depois entre em contato com a empresa que fez o seguro internacional, ela tem todos os meios para auxiliar nesta questão.
Para facilitar a sua viagem ao Irã temos parcerias com algumas empresas tanto para fazer todo o processo do visto, entro outros serviços importantes para os turistas como os melhores preços nas principais linhas aéreas locais e internacionais, confiram.

Parceria do Blog Colinas com a Azizan Tour
Para o Seguro Viagem indicamos a empresa 

                                 EVEREST CORRETORA                     DE SEGUROS 
(61) 3225-0049
(61) 3322-5570

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

O Visto de Israel ou dos Estados Unidos no passaporte afeta na solicitação do visto para o Irã?


As belezas do Império Persa 

Esta é uma dúvida frequente das agencias  de turismo, estas empresas perguntam por que tem a responsabilidade de passar para o cliente a informação correta e precisa.
Ainda mais por que se o turista tiver algum problema na viagem o responsável será a própria agencia.
Neste aspecto, hoje o post é sobre a dúvida do enunciado. O Visto de Israel ou dos Estados Unidos no passaporte afeta na solicitação do visto para o Irã?
Parceria do Blog Colinas com a Azizan Tour
Para os leitores que quiserem solicitar o visto com garantia e facilidade entre em contato com AZIZAM TOUR, a melhor do Brasil em se tratando de visto para o Irã, mas esta agencia tambem trabalha na emissão de passagens aereas com descontos especiais para os leitores.

Está é uma dúvida frequente por que ambos os países tem problemas bilaterais envolvendo assuntos políticos que não cabe aqui discutir ou falar, pois não é do interesse, quem quiser se aprofundar no assunto procure livros de história ou geografia para se atualizar sobre o tema.
Mas falando do visto para o Irã, anos atrás já foi muito complicado de se obter, mas graças as novas políticas implantadas pelo atual presidente o Sr. Hassan Rohani, o visto agora está muito fácil para conseguir.
Vamos falar um pouco sobre como solicitar o visto.
O turista deve seguir dois passos necessários sendo que o primeiro - deve acessar o site do Ministério das Relações Exteriores do Irã, para consegui o número de autorização e, segundo- entrar no site da Embaixada do Irã em Brasília para catalogar todos os documentos para serem enviados ao consulado também em Brasília, único do Irã no Brasil, é sempre bom saber disso.

Modelo do visto do Irã 
O visto pode ser emitido tanto em Brasília como nos aeroportos na chegada, sendo que esta opção de escolha do local que vais emitir o visto é feita na primeira opção na solicitação do número de autorização. Se a escolha for tirar o visto em Brasília basta juntar os documentos enumerados no site e enviar estes para o consulado, que em média demora de 7 a 10 dias para emitir o visto.
Se o turista escolher emitir o visto na chegada este não precisa fazer nada, basta imprimir o documento com o número de autorização e levar e apresentar no aeroporto onde terá que pagar uma taxa de 80 euros.
Mas sobre a questão, mencionado no início
Segundo o consulado iraniano em Brasília, se o passaporte tiver um visto dos Estados Unidos este não impede de conseguir o visto do Irã, porem se tiver um visto de Israel no passaporte o consulado iraniano não libera o visto.
Neste caso o certo a ser feito é solicitar um outro passaporte para se solicitar o visto do Irã. 
Só lembrando aos leitores que estas são informações para ajudar os turistas a terem uma noção sobre o assunto, indicamos a todos que entrem em contato com o consulado e lhes faças as suas perguntas para sanar todas as dúvidas.
Indicamos este site falando sobre a experiencia de solicitação do visto fora do Brasil, achamos muito interessante por que fala exatamente do assunto abordado aqui.
Fonte

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

CASAMENTO ENTRE BRASILEIROS E IRANIANOS

fonte veja
O mundo mudou depois que a internet foi inventada, tudo o que conhecíamos foram modificadas ou serão modificadas nos próximos anos.
Neste contexto, os relacionamentos também tiveram seus costumes alterados, graças a internet. Quando falamos de internet, entra nesta área muitos fatores que faz deste planeta terra um mundo Globalizado, ou seja tudo hoje em dia está conectado em tempo real.
O casamento tem sido ao longo das gerações o marco na formação de uma família, através da união matrimonial, países foram povoados, outros cresceram grandemente, como a China, Índia entre outros. 
Mas com o advindo das relações culturais entre as nações, e falando mais uma vez da bendita internet, os casamentos entre várias nacionalidades  está fazendo e fará história ao longo de muitas gerações.
Mas neste post dedicado exclusivamente ao casamento entre brasileiros e Iranianos, vamos destrinchar tudo sobre esta união pra lá de diferente.
É importante saber algumas informações básicas sobre o país em questão.  O Irã está localizado no Oriente Médio, a muitos quilômetros do Brasil, e que, para chegar lá, demora umas 18 horas de avião passando por muitos oceanos e países.
Normalmente a saída do Brasil para o Irã se faz em São Paulo, o por que deste detalhe não sabemos, talvez seja pelo maior número de voos internacionais. Ou talvez seja as passagens que são mais baratas, isso tudo é um mistério. 
A capital do Irã é Teerã, que é muito grande, sendo a maior do país e também a mais movimentada, Teerã é a porta de entrada para o Irã por onde chega praticamente todos os voos internacionais. Ao chegar a pessoa percebe que, se parece muito com São Paulo devido a grande agitação. 
O país persa é mulçumano, esta é uma informação muito importante para quem almeja casar-se com um cidadão iraniano, por que os costumes, são totalmente diferentes em relação a muitos países, principalmente ao Brasil.
Só mais uma curiosidade incrível que ainda perdura por lá, o cartão de crédito internacional não funciona, o cheque também não tem como ser utilizado, todo tipo de compra é feita no dinheiro vivo. Pode-se utilizar em alguns casos o cartão de credito mas para isso é cobrado uma taxa extra, visto que o serviço destra transação é feita em outro país, não nos pergunte como, que não sabemos também, mas o fato é que se for usar o cartão, cuidado.
Casar-se com um iraniano é um desafio muito grande, começando com as diferenças culturais. Existem muitos desafios a serem superados nesta união, mas lógico que se os dois se cooperarem tudo dará certo no final.
De modo geral a união entre estas duas nacionalidades são duradoras e a convivência também é uma maravilha, é verdade que tem separação como em qualquer união.
Neste aspecto, para que a união entre estas nacionalidades tenha sucesso é preciso ter:
CORAGEM
1- Coragem para agregar diferentes modos de vida, está aberto a novos costumes, novos desafios e experiências. Não é fácil no início mas com o passar do tempo as coisas acontecem naturalmente, entenda que todas as coisas são novas tanto para o brasileiro quanto para o estrangeiro.

DESAFIOS
2- Saber lidar com desafios os quais serão muitos, e que a paciência será a principal ferramenta para superar as dificuldades.

COSTUMES E CULTURA
FONTE https://www.estudopratico.com.br/ira-cultura-e-costumes/
3- Entender de costumes – Esta parte é muito importante, quando se fala em costumes, envolve uma serie de fatores que a primeira vista não são percebidos no inicio, só depois do casamento que entra esta pauta em discussão. Os costumes são as formas como os ambos as nacionalidades se comportam dia após dia. Pode-se falar aqui de uma coisa simples – a comida, que já é muito diferente da comida brasileira, a comunicação, a fala etc.

DECEPÇÕES 
simplesmentecristablog
4- Saber Lidar com Decepção – Esta é a famosa SLD, parece termo científico, mas não é. As pessoas em geral são sempre educadas a entender e compreender rápido as conquistas, as vitórias as alegrias entre outras emoções felizes, mas quando o assunto é DECEPÇÃO, ninguém quer saber, ou corta volta para não entrar neste caminho. Mas o pior é que a vida é assim, você não escolhe o que vem no futuro, as coisas acontecem sejam elas felizes, tristezas. A vida é um pacote, onde vem as alegrias, as tristezas, tempo bom, tempo ruim, tudo faz parte. 
 Os brasileiros quando se casam com estrangeiros e a coisa deu errado, a primeira coisa que faz é culpar a outra pessoa pelo fracasso, e começa aquelas montanhas de desculpas pelo acontecido. Sendo assim, se prepare para todas as coisas.

PACIÊNCIA 

http://historiapensante.blogspot.com.br
5- Paciência nos Processos – Neste tópico aconselhamos a ler - A Lebre e a Tartaruga, um conto muito interessante sobre a paciência, o objetivo aqui é se espelhar na Tartaruga, não se aprese, as coisas tem um tempo determinado para acontecer. A partir do momento que um relacionamento entre duas nacionalidades inicia, chega com ele uma montanha inteira de dificuldades, em todos os campos tanto no próprio relacionamento como no processo de vinda do estrangeiro para o Brasil, é um Deus nos acuda. Se o brasileiro for para o pais de destino para conhecer a pessoa, tem inicio o processo do visto, que 99 por cento das pessoas não entendem muito bem, aí começa a peregrinação por informações na internet ou sites especializados na área. 
fonte ipc.digital
Se o estrangeiro quiser vir ao Brasil, este deve procurar o consulado mais próximo da sua residência, esta é a segunda opção.
Este são algumas dicas que vão ajudar e muito as pessoas nestes relacionamentos, que certa forma são complicados e dificultosos. Quem esta iniciando um relacionamento neste aspecto tem que ter estas qualidades e mais outras que não tem como ser colocadas aqui, neste post falamos somente o básico. 
De qualquer forma, desejamos a todos, sucesso na empreitada, e sucesso nos vários desafios que surgiram ao longo do caminho, o conselho aqui é, não desista, acredite, tenha fé e seja otimista, não se abale com as coisa erradas que venha a acontecer.
Tudo na vida tem um preço, algumas coisas ficam mais baratas é claro, mas outras tem seu valor alterado mediante a tantos obstáculos.  
Para saber mais sobre o assunto...
Para que os leitores tenham mais informações sobre relacionamentos em diferentes nacionalidades abaixo esta um link de um site muito bom sobre o assunto tratado, vale a pena conferir, se você tem uma história e gostaria de compartilhar com os demais, deixe nos comentários ou entre em contato conosco, ficaremos muito felizes, o objetivo aqui é poder auxiliar pessoas com dificuldades em assuntos pouco debatidos.