Translate

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Mesquita Nasir ol Molk

O final de ano chegou, e com ele, uma certeza, dezembro é o melhor mês do ano. Falar das festas as qauis são comuns nesta época, nos remete ao pensamento de solidariedade, fraternidade e amor para com o próximo, não que nos demais meses as pessoas não tenham corações voltados para o bem, mas em dezembro tende aparecer uma novem de todo tipo de bomdade em muita gente, ia-se falar aqui de todos, mas os dons realmente são dispensados ao número cada vez mais reduzidos.
Fotos Mesquita NASIR OL MOLK
De qualquer forma, o ano de 2018, foi cheio de supresas, em primeiro lugar, temos aqui no Brasil, um candidato da direita, eleito presidente, onde para muitos seria impossível uma pessoa com pouco tempo de internet e pouco investimento pudesse chegar ao cargo mais alto da democracia brasileiro. Não importa quem seja, o importante é fazer as medidas necessárias que país precisa para retomar o crescimento economico esperado. Sabe-se que, o verde amarelo vem sofrendo com um crise vista somente na década de iotenta, mas segundo estimativas, a retomada do crescimento será rápida e constante. Estes foram os fatos marcantes aqui no Brasil.
No Irã, o que mais marcou a nação persa este ano foi a saída dos americanos do acordo nuclear com o Irã. Isso tem deixado a economia iraniana já abalada, com sérios problemas, sendo um deles a queda do valor do Rial, na outra esfera, existe a alta do dólar, dificultando assim as exportações bilaterais entre as diversas nações inportadoras de petróleo.
No senário economico, o Irã tem enfrentado muitos desafios ao longo de trinta anos, sendo que, nestas três décadas os persas tem conseguido, ultrapassar todas as barreiras impostas pelas grandes potencias mundiais. 
Mas o foco principal desta postagem, na verdade é falar de um assunto que o Irã é campeão, o turismo. Sendo um destaque no PIB, o turismo corresponde uma fatia grande do orçamento anual desta nação. A cada ano, o número de turistas a procura de monumentos históricos tem crescido consideralvelmente. Se por uma lado as super potencias tendem a proporcionar obstáculo ao crescimento do Irã, do lado oposto, tem gente procurando visitar um dos paises mais antigos da civilização, contando com mais de 7 mil anos de história.
Neste post iremos falar sobre a grandesa da Mesquita Nasir ol Molk, que fica na cidade de Shiraz, Irã. Olhando de fora parece uma igreja qualquer onde se ora e faz-se seus pedidos, mas por dentro é uma imensidão de cores e detalhes inexplicáveis.
Interior da Mesquita
A cosntrução desta Mesquita, teve como objetivo maior, possibilitar que a luz do sol crie um grande efeito espetacular dentro do ambiente, pela manhã, este efeito tende a ser maior quanto tudo fica luminado.
Os efeitos produzidos com a luz do sol, é muito fascinante, levando-se a imaginar a grandiosidade de tão espetáculo, esta luz entra pelos vitrais, sendo projetado logo em seguida sobre os grandes tapetes persa.
O que mais chama a atenção nesta mesquita são as formas pelas quais os construtores fizeram, para através da luz mostra a fé, onde mesmo não sendo uma pessoal religiosa, com toda esta exuberância, qualquer ser humano vai refletir sobre algo inesplicável, no caso, a fé.
Fonte: https://catracalivre.com.br/criatividade/o-show-de-cores-e-beleza-da-mesquita-nasir-ol-molk/
http://geekness.com.br/a-beleza-da-mesquita-nasir-ol-molk/

Nenhum comentário:

Postar um comentário